Saímos por volta das 6h da manhã rumo a Cerro Azul para a 1ª Corrida de Cerro Azul, uma simpática cidadezinha localizada no interior do Paraná (aproximadamente 2h de Curitiba) que tem um trajeto bem desafiador para quem está sentado no banco do carona. Com muitas curvas essa corrida já se torna um desafio logo no percurso casa/largada, após passar por Almirante Tamandaré é raro encontrar uma reta para lá, uma curva dentro da outra faz com que o corpo fique bem judiado e até quem não tem histórico de passar mal em viagens acaba sofrendo (tipo eu que precisei pedir para o João Melo, corredor que foi comigo, parar o carro pois a coisa estava feia). Chegamos lá por volta de 8:15 da manhã e fomos direto retirar o kit da prova para poder ir tomar um café agora em terra firme e tentar comprar um remédio para a Bruna que estava com muita dor de garganta (e enjoo também). Conseguimos tomar o café porém o remédio não teve jeito, nenhuma farmácia aberta na cidade toda, complicado.

Devidamente trajados fomos para o aquecimento ali pertinho da largada, a organização era composta por poucas pessoas então estava tudo bem confuso, a marcação do percurso era bem sutil e já começava dar aquele medinho de correr meia quadra errado e ter que voltar para se juntar novamente ao grupo. Assim que todo mundo retirou o kit foi dada a largada (por volta das 9:10 da manhã) e partimos para um percurso que nem nos meus sonhos mais distantes era tão duro, a corrida se tratava de um cross-country de 4km que segundo o site do organizador continha algumas subidas porém logo que se passaram os primeiros 500m já nos deparamos com a primeira “subida” que se tratava de um morro gigante de saibro (uma espécie de areia) com uma inclinação perto de 13%. Assim foi até o final do percurso, um morro pior do que o outro que só foram aplanando quando já estávamos chegando no quilômetro 4.

Mais ou menos no meio da corrida um corredor dos 22km passou por mim e gritou “VAMOS LÁ, NÃO DESISTA! VOCÊ É O SEGUNDO DOS 4KM, O PRIMEIRO É AQUELE DE VERMELHO ALI” e seguiu, a informação me ajudou a manter o foco e depois disso mirei no vermelhinho e segui firme, tentando imprimir o mesmo ritmo para manter a segunda posição. Fui ultrapassado por alguns corredores e no final já tinha perdido a esperança de ainda estar no pódio pois tinha perdido o primeiro colocado de vista porém chegando na linha de chegada ouvi o locutor falando “E VEM CHEGANDO O SEGUNDO COLOCADO, COM 18 MIN, É O CORREDOR NÚMERO TAL (esqueci o número)” e um sorriso tomou conta do meu rosto. Confesso que cheguei cansado, aqueles morros testaram bastante o meu condicionamento porém a sensação de estar no pódio e conseguir terminar essa corrida bem (mesmo tendo demorado 2 min a mais do que havia planejado) compensou tudo.

Segundo lugar geral masculino na 1ª Corrida de Cerro Azul 4k

Segundo lugar geral masculino na 1ª Corrida de Cerro Azul 4k

Foi um caminho árduo até o primeiro pódio, subir novamente no tablado é uma emoção muito grande pra mim, coroa muita coisa nessa retomada.  Segue mais algumas informações sobre a prova:

PONTOS FORTES DA PROVA: Prova bem dinâmica, extremamente técnica e difícil, cross-country e com uma mesa de frutas BEM legal.

PONTOS FRACOS DA PROVA: Organização bem limitada, infra estrutura limitada, falha na marcação dos 22k (que fez alguns atletas correrem apenas 13km), pouca segurança no circuito de saibro.

NOTA: 7,5

Mesmo se fosse apenas pelo passeio, essa prova já valeria a pena. Cerro Azul é um município muito legal e vale muito a pena tirar um final de semana para explorar as belezas desse recanto A Bruna fez uma foto muito bonita para mostrar um pouco desse lugar lindo, se liga:

Cerro Azul/PR (foto: Bruna Pereira)

Cerro Azul/PR (foto: Bruna Pereira)

  • Nome da Prova: 1ª Corrida de Cerro Azul
  • Distância: 4 km
  • Tempo líquido: 00:18:37
  • Pace médio: 4:39 min/km
  • Temperatura: 20ºC
  • Tênis usado: Adidas Adios

Andre Raittz

Lembrando que as opiniões acima são de única e exclusiva responsabilidade do colaborador. 

TARJA DE APOIO DIARIO NEW