Vi no Pra Quem Pedala um vídeo sensacional sobre os bastidores da Paris-Roubaix e decidi compartilhar.
Essa que é para muita gente a competição “one day” mais difícil do ciclismo mundial, carrega junto ao sangue, suor e lágrimas derrubadas pelos ciclistas, 28 estágios do circuito em (pasmem) paralelepípedos milenares o que torna a prova única agregando ainda mais beleza as clássicas de primavera que são disputadas na Europa nessa época do ano.

Eu sou suspeito a falar sobre o campeão desse ano, pois sou fã do suíço Fabian Cancellara (RadioShack) a muito tempo pela sua destreza nas clássicas e pelo seu motor fantástico nas provas de Contrarrelógio. Esse ano o Spartacus pedalou para uma vitória fantástica usando uma tática muito efetiva no final da prova quando adentrou o velódromo (os últimos metros da prova são feitos dentro do velódromo da cidade de Roubaix) com uma certa vantagem para o pelotão junto do ciclista belga Sep Vanmarcke (Blanco) e o superou em um sprint emocionante. Uma prova que realmente vale a pena acompanhar.

Parabéns ao Spartacus e a equipe Radioshack pela vitória!!

TARJA DE APOIO DIARIO NEW