Esse final de semana a corrida ficou por conta da Fila Night Race. Tive a oportunidade de participar de um sorteio da Fila no Facebook que premiava os ganhadores com um passaporte VIP para a prova e eu fui um dos ganhadores, confesso que já tinha desistido de participar dessa prova mas como tive essa chance não tinha como deixar de ir. Foi legal demais.

Fila Night Race - Etapa Curitiba

Fila Night Race – Etapa Curitiba

Eu queria muito participar dessa prova pois tinha feito a Fila Night Run ano passado e conseguido meu primeiro 5k sub 25′, como já deu pra perceber pra quem acompanha a algum tempo as postagens aqui do Vida de Triatleta eu sou um cara um tanto quanto apegado em algumas questões emocionais e por isso algumas coisas tem fazem muito mais sentido do que outras durante o meu dia-a-dia. Essa prova por exemplo teve uma sensação super diferente, a Bruna (minha fiel escudeira de provas) não pode estar presente por compromissos profissionais e fiquei sabendo que a minha irmã, o namorado dela e a minha mãe iriam me acompanhar até o Jockey para tentar meu sub 20′, seria a primeira vez que a minha família ia me ver correr e isso já deu uma motivada a mais. O deslocamento até o local da prova foi caótico, muito mais MUITO trânsito na Av. Vitor Ferreira do Amaral o que já é comum das provas naquelas região da cidade, chegando lá fomos direto para a retirada do chip para garantir a cronometragem e após dar um rolê ali pelo palco principal (sim, a prova é cheia de atrações como show de luzes, fogos, shows musicais, etc…) resolvemos ir até a linha de largada pois é sempre muito difícil largar lá no Jockey, a saída pelo portão é caótica e muito afunilada e isso dificulta muito. Alinhamos o mais perto do pórtico possível, logo atrás dos quenianos da Elite, para mais uma corrida.

Já fiz algumas provas ali naquele percurso do Jockey então sabia que era pau no cat (como diz a Paula) sem olhar pra trás, eu costumo dividir aquele percurso em 3 partes: a reta da Vitor Ferreira na ida, o contorno da primeira água e o morrinho e a reta da Vitor Ferreira na volta. É um percurso bem plano então o jeito é socar o pé na ida, soltar na descida do contorno, encurtar e aumentar a frequência das passadas no morrinho e dar todo o gás que sobra na reta da volta que é onde a prova é definida.  Desde o começo da prova eu estava correndo bem encaixado, decidi optar por não olhar no Garmin até 3,5k  porém me perdi um pouco pois o percurso foi modificado, do nada os caras aumentam uma quadra somando mais praticamente 250m na distância total, o que automaticamente ia implicar em pelo menos 45 segundos a mais no meu tempo total, bad! Olhei no relógio e achando que estava nos 4k vi o cronômetro marcar 13 min, logo pensei: “Hoje vaaai”, mas não foi. Não sei o que aconteceu nessa prova, acabei rodando em um pace um pouco mais lento do que o habitual para as curtas distâncias (fiz somente 10 segundos a menos por quilômetro do que o meu ritmo na prova de Cerro Azul, que tinha vários morros PESADÍSSIMOS), achava que estava bem rápido, bem encaixado mas cruzei o pórtico de chegada com 00:22:12 para a minha decepção, realmente achava que hoje era o dia do record porém a estratégia de não olhar no GPS foi ruim e acabei não forçando e subestimando a desafio.

Mesmo correndo abaixo do que queria consegui estar entre os 5 da minha categoria, isso foi importante pra manter o astral pós prova.

Mesmo correndo abaixo do que queria consegui estar entre os 5 da minha categoria, isso foi importante pra manter o astral pós prova.

Cruzando a linha de chegada dei de cara com a minha família e isso foi sensacional, nunca tinha tido essa sensação e gostei muito. Mesmo não tendo conseguido o record foi uma super vitória ter essa galera comigo e no final das contas a Fila Night Race foi uma corrida daquelas de guardar na memória.

Da esquerda pra direita, Tarek Omar, Iara Raittz, eu, Sandra Raittz.

Da esquerda pra direita, Tarek Omar, Iara Raittz, eu, Sandra Raittz.

PONTOS FORTES DA PROVA: Visual muito legal, várias atrações para os corredores, praticidade na hora da retirada do chip, organização, circuito gostoso de correr, pós-prova super legal, respeito aos corredores, medalha super astral, presença dos atletas de elite, kit de qualidade.

PONTOS FRACOS DA PROVA: Complicação na retirada do kit, não cumprimento de um sorteio que havia sido previamente anunciado, água em garrafa durante o percurso (que dificulta muito na hora da hidratação), alto custo da inscrição, meu tempo líquido simplesmente não foi registrado.

NOTA: 8,5

OBS: No dia da retirada do kit meu nome não constava na lista, precisei esperar um tempinho até que 3 pessoas diferentes conferissem em várias listas até acharem perdido por algum outro lugar, talvez por isso não foi registrado o tempo líquido da minha prova.

  • Nome da Prova: Fila Night Race
  • Distância: 5 km
  • Tempo líquido: 00:22:12
  • Pace médio: 4:20 min/km
  • Temperatura: 16ªC
  • Tênis usado: Adidas Adios

Andre Raittz

Lembrando que as opiniões acima são de única e exclusiva responsabilidade do colaborador.

TARJA DE APOIO DIARIO NEW