Há muito tempo o Vida de Triatleta vinha maturando a ideia desse projeto mas não sabíamos muito bem como começar. Queríamos dar um sentido funcional também para essas próximas linhas biográficas que seguem esse post e encontrar uma pessoa para resumir e ilustrar de uma maneira clara e objetiva o que nós pensamos a respeito do atleta de triathlon amador e como esses atletas merecem todo o nosso respeito e admiração.

Esse projeto vai reunir matérias especiais com atletas amadores brasileiros, contar a sua história e cultuar os grandes talentos que nós temos e porque não os grandes atletas que formamos aqui no Brasil. Para inaugurar esse espaço começaremos com um cara que vem quebrando as correntes e derrubando os próprios limites com muita garra e determinação a muito tempo, para inaugurar esse espaço apresentamos: RODRIGO HG.

Natural de Curitiba, o Rodrigo sempre foi um cara ligado aos esportes. Saindo do karatê, passando pela escolinha de futebol (que ele mesmo admite que nunca deu muito certo), pelo surfe e pelo skate faltava o brilho no olho para que ele se firmasse em uma modalidade, esse brilho chegou com o triathlon.

“A primeira vez que vi o Triatlhon, foi aos 12 anos pela TV. Estava passando uma reportagem sobre o IM Kona no Hawaii. Quando vi aquilo, achei que era só profissional que podia fazer triatlhon e sonhei um dia ser igual a eles. Passaram-se alguns anos fui conhecer a cidade de Santos, vi uns atletas fazendo um simulado. Fiquei olhando e lembrando do que vi na TV quando criança, e novamente meus olhos voltaram a brilhar pelo esporte. Mas achava que tinha que morar na praia para poder praticar. Achava que tinha que praticar as três modalidades seguidas para treinar!” Rodrigo HG

Começando na corrida de rua, partindo para o duathlon e logo depois para o tri o HG seguiu a ordem natural das coisas e assim como a maioria do pessoal que acaba caindo no triathlon, começou a encucar com o Ironman. Todo mundo acaba flertando com essa prova mas é preciso muita coragem para encarar o desafio. Após alguns meses quebrando a cabeça, foi na esposa que ele encontrou o impulso que faltava para entrar de vez no mundo da longa distância: “Quando comecei a vivenciar o esporte, notei que era possível fazer. Até que um dia, comentei com a minha esposa que era meu sonho fazer o Ironman e ela simplesmente me disse: Você consegue você é focado. Era tudo o que eu precisava ouvir naquele momento.”

10948049_784033265018527_968115105_o

HG e o seu filhote Pedro, IronKids desde cedo!

E no final das contas não é que deu certo? Mesmo tendo que vencer uma série de problemas médicos durante a prova ele encarou de frente, não baixou a cabeça e terminou o seu primeiro Ironman para nunca mais deixar de acreditar no seu sonho. Principalmente entre os triatletas do estado do Paraná, é difícil quem já não tenha repartido uma largada ou conheça mesmo que de longe (ou de fama) esse guerreiro que não só encara 3 modalidades no triathlon como 3 ocupações na vida:  a de atleta, pai e profissional. É muito bonito ver a relação que o atleta tem com o seu filho Pedro e a sua esposa Cristina, sempre presente nos treinos e provas e com os pais, seu Rubens e dona Marcia, que desde o primeiro Iron estão dando força e suporte.

“Com os Resultados acabamos conquistando também, muita confiança e principalmente passei a acreditar ainda mais que eu posso ir mais longe. Acredito que a principal característica foi a mudança alimentar, perda de peso, gordura corporal, incentivos dos familiares e amigos, os excelentes técnicos da minha assessoria esportiva Webtreino e a mudança nos horários de treino. Mudei por dois motivos; queria fazer o quanto antes, desde cedo e até a hora do almoço, para depois pegar o meu filho na escola e estar disponível pra ele.” 

Apesar de toda essa história bonita, o que mais tem marcado a trajetória desse atleta foram as recentes conquistas de 2014. Após um começo de ano de record no Ironman Brasil (9 horas e 59 minutos) foi nos olímpicos e no Challenge Floripa que o HG escreveu de uma vez por todas o seu nome na história do triathlon amador paranaense. Algumas competições na distância olímpica que antecederam o Challenge (prova na distância de meio ironman) já davam uma amostra grátis do que estava por vir (tempo total perto das 2h com corrida para 36′ por exemplo), e com o incrível tempo de 4 horas e 7 minutos veio um TOP 5 geral amador e a vaga para disputar o Challenge Roth na Alemanha (prova de distância Full Ironman que passará a ser o campeonato mundial da franquia a partir de 2016). Uma grande conquista para coroar o esforço de um grande cara, um grande talento do esporte paranaense.

Para 2015 ele não para por aí não, com presença garantida no SESC Caiobá na distância olímpica, no Ironman Brasil e no Challenge Roth, o 70.3 de Foz do Iguaçú também é meta para esse ano: “Ouvi falar muito bem desta prova, pelo percurso desafiador, pelas subidas tanto no pedal, quanto na corrida. E claro, vou treinar muito para ver se belisco uma vaga paraMundial de 70.3 em 2016. Mas este agora é um novo sonho que vou buscar realizar”. Para quem vê pode até parecer fácil mas nós sabemos o quanto ele se dedica para baixar o peso (alternando dietas, praticamente sem o auxílio de suplementos), treinar duro (para a preparação em 2014, o HG fez quase 80% os treinos de ciclismo no rolo para estar mais próximo da família), economizar dinheiro para as inscrições (que são caríssimas) e ainda tocar a vida normal com todo o carinho e atenção que esse cara tem com a sua família e seus entes queridos. O Perfil não poderia estar tão bem representado!

10953464_784031348352052_1197080670_o

A patroa Cristina dando AQUELA força no Ironman.

Parabéns HG, que 2015 seja do tamanho dos seus sonhos. Você confere a entrevista completa com o atleta clicando aqui.

Isso é Triathlon.

(O HG está em busca de apoios para continuar a sua caminhada no triathlon. Para participar de Roth e de todas essas provas de longa distância o investimento está sendo alto então quem quiser ajudar, poder dar uma força ou conhecer mais a história desse guerreiro pode entrar em contato diretamente com ele no rodrigo@rreguimaraes.com.br, ou add no Facebook CLICANDO AQUI).