Referência. Talvez essa seja a definição mais próxima do que foi essa etapa da Amazing Runs em Garopaba.

Partimos rumo ao litoral Catarina na sexta-feira para participar desse final de semana especial que oferecia provas em quatro diferentes distâncias: 5, 10, 21 e 10+21km (Desafio da Baleia Franca, a nossa distância escolhida). Retiramos o Kit em Curitiba mesmo, na loja da Salomon, aonde os corredores ganhavam 20% de desconto em qualquer produto da loja. Já nos deu um conforto a mais porque poderíamos viajar com tudo organizado sem precisar fazer nenhuma função ao chegar em Garopaba.

IMG_3464

Uma amostra da beleza desse lugar incrível no litoral de Santa Catarina.

A viagem é longa e tem vários fatores que podem gerar imprevistos como entrada e saída de Florianópolis, Palhoça, etc… Mas transcorreu tudo bem e no final das contas chegar ao local da prova foi incrível porque o visual é absurdo, sem dúvida uma das praias mais fantásticas que eu já tive o prazer de conhecer. Já na sexta-feira a noite muitas coisas da organização estavam preparadas no local que seria a largada, o que mostra que o pessoal estava empenhado em fazer uma prova redondinha para todos os participantes.

CSM16AM0958

Cola no Frango e faz força que a galera ta encostando!

No sábado a praia já respirava Corrida de Montanha, para cada lugar que você olhasse encontrava alguma meia de compressão perambulando ou alguns corredores conversando e brincando em um clima super agradável (tirando o vento que estava de lascar). Rumamos para o local da largada perto das 14:30 para já entrar no clima, aquecer e partir para os 10k que se desenrolariam muito mais desafiadores do que imaginávamos. Todo mundo alinhado, toca a buzina e parte o bando de malucos para o primeiro desafio do final de semana, largamos em um ritmo muito forte afim de buscar uma separação logo na primeira subida (segundo nosso parceiro de equipe Fernando Bazalha a “taquarada” foi tão forte que ele não sabia se dava risada, se chorava ou se fazia força rsrs). Passamos o primeiro km muito bem e o primeiro grupo conseguiu encaixar um bom ritmo até perto do final da primeira grande subida, E QUE subida era aquela! Surpreendendo todo mundo, a Amazing Runs desenvolveu um percurso duríssimo para os 10k com trechos muito técnicos, inclinados e rápidos ao mesmo tempo. Eu ali me distanciei do grupo porque pela primeira vez na vida conheci o que era sofrer de câimbras em uma corrida, a dor foi sinistra e precisei parar para tentar alongar, prova de que talvez tenha forçado mais do que

CLG16ARG3485

A cara do sofrimento no começo da subida do último morro.

poderia. Superado esse momento, bola pra frente e o negócio era correr atrás. Após a primeira grande subida pegamos uma descida bem rápida que terminaria em um trecho de areia e praia que já minava a galera para o segundo morro da prova que vinha para tirar de vez toda a energia que ainda tinha no tanque (mas recompensava com o visual da praia lá de cima que era de tirar o fôlego). Nesse ponto sentimos um pouco da falta de umas marcações de fita, conversando com o pessoal da prova depois ficamos sabendo que a organização optou por reduzir o número das fitas visando diminuir o impacto ambiental mas que para as próximas etapas um novo sistema de marcação já está sendo organizado. Ponto positivo! Passada a segunda montanha era só downhill até a chegada, ali nesse momento havia conseguido me manter no grupo dos 20 primeiros da geral mas a galera veio moendo morro abaixo, foi uma pancadaria até cruzar a linha de chegada. Sem dúvida o 10k mais bonito e mais intenso que eu já participei na vida.

Perna pra cima, muito macarrão e uma boa noite de sono após essa loucura toda para encarar os 21k do domingo que prometiam muita emoção ainda para esse desafio.

As 6:30 da manhã do dia 28/08 parecia uma cena de filme de guerra, os soldados mancos do dia anterior juntavam as forças para alinhar para mais uma batalha rsrs. Todos devidamente organizados alinhamos perto das 08:00h para a largada que sairia do mesmo lugar porém para o OUTRO lado da cidade. A cabeça (guiada pelos pensamentos de “quem teve essa ideia de correr dois dias mesmo?”) mandava e as pernas teimavam a obedecer mas mesmo assim, na raça, obedeciam. Saímos e encontramos um

CLG16ARGD0139

A prova estava cheia de descidas rápidas.

percurso com menos intensidade do que no dia anterior porém tão desafiador quanto. Após um trecho considerável de sobe e desce chegamos ao pé da primeira montanha que parecia não ter fim, uma subida de aproximadamente 300m de positiva em 2,5 km trouxe um nível super bacana para a prova em um terreno super técnico. Não corremos muito na crista e assim que chegamos no cume já começamos uma descida rápida e intensa que levaria os corredores até um asfalto tranquilo, o famoso “silêncio que precede o esporro” porque logo ali encontraríamos as famosas dunas. Ao encontrá-las precisávamos subir por uma escada longa e meio bamba que dava acesso a uma das vistas mais lindas que eu já vi, um mar branco de areia entrava na mente e parecia trazer um certo transe para a cabeça, eu que estava preocupado com as dunas só fui começar a entender o que estava acontecendo no final delas porque até lá é impossível não curtir a beleza ao seu redor. Essa paisagem incrível só daria lugar a reta final da prova que se estendia pela costa na areia, quase que sempre fofa, até a linha de chegada. Nessa hora você está tão concentrado que nem consegue aproveitar muito da paisagem mas não tem como ignorar o fato de estar correndo em um lugar como aquele, a atmosfera é

IMG_3463

A hipnose das dunas.

simplesmente incrível. Os últimos 2 km se dão na praia principal da cidade e como o local não é fechado você acaba repartindo o momento com os banhistas que estão curtindo uma vibe ali no lugar, foram vários gritos de incentivo até chegar na estrutura da prova que ajudaram a todos, eu tenho certeza. Chegando lá dou de cara com uma parte da minha rapaziada que já havia terminado a prova (com algumas dores não consegui fazer o planejado mas segui firme até o final) e com a criançada que tinha viajado com a gente para uma chegada super astral. Estava ali terminado o esforço do Desafio da Baleia, agora era só curtir a sensação de missão cumprida.

Em resumo, a Amazing Runs Garopaba foi um evento como todos os outros deviam ser.  Uma prova muito bem organizada, aonde os organizadores trataram os atletas com MUITO respeito e carinho, com staffs muito bem distribuídos durante o percurso (e participativos também porque interagiam bastante com a galera) e um percurso SUPER casca grossa para quem quer fazer a prova com intensidade e Desafiador para quem procura uma nova experiência no mundo da corrida. A hidratação foi muito bem feita, não faltou água em nenhum ponto da prova assim como também foi oferecido um lanche irado no final (que até deu briga lá em casa porque tinha gente que queria comer o de todo mundo, mas não vem ao caso rsrs). Claro que dificilmente vai ser perfeito porque um ou outro ajuste é sempre necessário como aquele trecho do 10k que exigia uma marcação um pouco maior porém o que me deixou muito feliz foi que a organização da prova reconheceu no ato o problema e já se organizou para resolver da melhor maneira possível, conversando inclusive com os corredores do dia. Nós da imprensa temos facilidade em criticar as coisas quando elas não dão certo mas é preciso ter a atitude do elogio quando percebemos que alguém está fazendo um trabalho sério, bem feito e se esforçando a cada dia para evoluir. É isso que eu percebo da Amazing Runs e após mais essa experiência não vejo a hora de participar de outra etapa. O clima vivenciado por mim e pelas pessoas que viajaram comigo esse final de semana vai ficar por um bom tempo na cabeça (assim como a dor nas pernas).

Dados Técnicos:

Atleta: Andre Raittz (WEBTREINO/SWIMEX/NUTRISHAPE)

Strava: 10K e 21K

Equipamento: Salomon S-Lab Sense Pro, Suunto Ambit 2 Peak, Camelbak Octane 3Lt, vestuário Webtreino, Compressport Trail, GU Energy Gel.

 

Amazing Runs Garopaba
OrganizaçãoRespeitoPontualidadeStaffsComunicaçãoVibe
9.5Nota
Organização9.4
Dificuldade9.5
Kit9
Visual10
Segurança9.4
Valor (Desafio da Butuca)7.5
Votação do Leitor 1 Voto
3.0